Voltar


Laboratório Virtual de Gestão de Projetos

Descrição

O LAPROJ - Laboratório Virtual de Acompanhamento de Projetos será implantado à medida que surgirem projetos originados de demandas específicas dos Associados da RENASIC, sejam entidades governamentais ou privadas.

As propostas deverão ser analisadas pelos comitês de gestão da RENASIC (CD e CTC) e, se aprovadas, devem ser objeto de planejamento detalhado.

Para cada projeto será selecionado o gerente e a equipe que participará, criando-se tópicos específicos nesta web, que aglutinarão todas as informações referentes ao respectivo projeto. 

Propostas em Estudo

  1. Plataforma de Telecomunicações Segura Baseada em Ruídos Físicos
  2. Esplanada Segura por QKD (somente um esbôço para discussões)

Resumo

Havia colocado no site Comsic alguns parágrafos sobre um projeto prático, relativamente simples, que pretendemos implementar. Entretanto, entendemos também que o material lá fornecido era muito limitado para qualquer apreciação técnica. Assim, estou recolocando este material numa forma estendida, como um "projeto" básico. Isto permitirá a muitos fazerem uma melhor estimativa do que pretendemos, fazerem comentários em geral, incluindo críticas e até mesmo indicarem desejo de colaborar neste esforço (teoria e/ou implementações em hard e software).

Entendemos que o sistema é de construção relativamente simples, em princípio; não apresenta segurança incondicional mas esperamos que êle deva apresentar níveis de segurança adequados para muitas aplicações e poderá também ser melhorado. O sistema não exige tecnologias futurísticas e pode ser implementado em tempo relativamente curto (canais não ópticos ou ópticos).

O esbôço apresentado (ver attachment entitulado "SPDC_Esplanada_det1.pdf") tem por finalidade incentivar algumas discussões sobre o assunto visando o eventual desenvolvimento de um projeto neste tema (ver mais a seguir).

Projetos

O primeiro projeto acima mencionado foi denominado de KeyBITS e está sendo contemplado nesse primeiro projeto da FINEP.

Quanto ao segundo, foi apresentado no IIISenasic em outubro de 2010. No III Senasic foram apresentados: Uma proposta para finalização da Plataforma keyBITS e uma nova proposta para criação de uma rede quântica na Esplanada dos Ministérios.

Seguindo nossos procedimentos anteriores de colocar no site Comsic todas informações sobre projetos propostos por nós, estou adicionando ao site LAPROJ o material que apresentamos no III Senasic, referentes a proposta para finalização da Plataforma keyBITS e a nova proposta para criação de uma rede quântica na Esplanada dos Ministérios. Esse material é composto de dois posters, para introdução rápida de idéias de novos projetos e duas apresentações, sobre os mesmos assuntos, como foram apresentadas na sessão referente a "Idéias para novos projetos":

Sobre INFOVIA QUANTICA:

- Poster_INFOVIA_Outubro2010.pdf
- SPDC_Esplanada_SenasicIII_Outubro2010_rede.pdf

Sobre continuidade do projeto keyBITS:

- PosterKeyBITS_software_FPGA
- MiniPhRG_keyBITS_Senasic_w.pdf

Assim, aqueles que não viram as apresentações e se interessarem por ve-las terão essa oportunidade.

Também nos colocamos a disposição para qualquer discussão sobre o que apresentamos. Quaisquer dúvidas sejam sobre as concepções propostas ou sobre pontos mais específicos serão respondidas e, eventualmente, referencias poderão ser indicadas para auxiliar os interessados na compreensão ou análise das idéias propostas.

Basicamente, as idéias sobre a Plataforma keyBITS se encontram na rede Comsic já há bastante tempo.
No site encontram-se diversas referencias sobre o assunto e muitas outras podem ser acrescentadas. A Plataforma keyBITS baseia-se em idéias patenteadas (ver site) e é uma evolução do sistema alpha-eta (desenvolvido para a agencia DARPA) e já testado em redes americanas e japonesas e também com testes na Força Aérea dos EUA.

As idéias sobre a Infovia Quantica são baseadas em sistemas quanticos amplamente testados por muitos durante muitos anos (entre os quais me incluo), e já incorporadas em redes quanticas experimentais existentes pelo mundo (exemplificadas em referencias também indicadas no material colocado na rede). Essas redes experimentais apresentaram resultados excelentes e encontram-se no processo de estimativas comerciais.

A Infovia Quantica proposta para Brasília é relativamente simples em relação a algumas destas redes e a Esplanada dos Ministérios fornece uma geometria especialmente favorável ao funcionamento de uma rede deste tipo.

O que está sendo proposto no momento NÃO é a implementação dessa rede quântica mas se fazer um projeto detalhado para esta implementação.

Um projeto detalhado desse tipo demanda diversos especialistas (criptografia quântica, redes de fibras óptica, rede de computadores) e potencial capacidade para a implementação física do proposto e depende de muitas especificações que somente o governo pode determinar ou informar. Ou seja, somente uma manifestação governamental de interesse no assunto poderá dar partida para qualquer estudo ou ação nessa direção. À QuantaSEC somente cabe apontar possibilidades vistas como fantásticas para o momento.

Geraldo A. Barbosa